Instituições passaram a minimizar o problema da educação musical no Brasil

Essas instituições passaram a minimizar o problema da educação musical no Brasil, atuando
em uma área onde o governo brasileiro sempre foi ineficiente.
Agora, nesta nova fase, as escolas deveriam incluir a música em seus programas escolares, mas
sem a obrigação de tornar seus alunos músicos profissionais. O foco desta vez é proporcionar a
formação integral dos alunos, respeitando suas próprias limitações e origens e incentivando
mais o seu desenvolvimento como pessoa do que como músico.
Como começar a estudar guitarra
Essa proposta parece mais condizente com a realidade brasileira. Em projeto desenvolvido de
2008 a 2010, na EMEF Pe. Leão Vallerié (Escola de Ensino Fundamental e Médio Padre Leon
Vallerié), localizada na região noroeste de Campinas, São Paulo, 130 alunos tiveram a
oportunidade de desenvolver atividades em música e dança.
O desenvolvimento e a atuação desses alunos foram acompanhados por uma equipe
multidisciplinar que considerou parâmetros, até então, dificilmente observados quando o
assunto é a importância da música e os benefícios que ela traz às pessoas:
a) Desenvolvimento do aluno como pessoa
b) Desenvolvimento Interpessoal
c) Desempenho escolar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *